Serviço

 

Elaboração de projetos de Design e Decoração de Interiores…

…Transformando sonhos em realidade – Design Residencial…

…Fazendo as pessoas amarem a sua empresa – Design Empresarial e Comercial.

Em um Projeto de Design e Decoração de Interiores muitas variáveis influenciam na busca de soluções criativas e técnicas que proporcionem qualidade de vida para seus usuários e que sejam esteticamente atraentes. A mais importante refere-se à natureza da utilização do espaço: trabalho, lazer, tratamento, estudo, morar, etc.

Atmosfera desejada

Considera-se, em especial, a atmosfera que se pretende: alegria, jovialidade, força, segurança, sabedoria, divertimento, tranqüilidade, sobriedade, harmonia, etc. existem, ainda, fatores práticos a serem observados como a acessibilidade, iluminação, acústica, conforto térmico, armazenamento de coisas, entre outros. Fundamentais são as questões associadas à saúde, segurança, durabilidade e certas necessidades especiais inerentes a cada cliente.

Um projeto de interiores deve considerar a estrutura do edifício, sua localização, o contexto social e legal do uso e o respeito ao meio ambiente. A criação exige uma metodologia sistemática e coordenada que inclui pesquisa e levantamento das necessidades do cliente e sua adequação às soluções estruturais e de sistemas e produtos.

Para exercer a profissão, o designer de interiores qualifica-se em curso técnico ou faculdade de Design de Interiores, ministrados por entidade de ensino reconhecidas pelo MEC – ou formando-se em Arquitetura, tendo cursado a cadeira de Arquitetura de Interiores.

Etapas necessárias de um projeto

Algumas etapas são fundamentais no processo de criação e execução de um projeto de interiores:

Análise do perfil

Não é possível que um projeto de decoração dê certo, sem que se conheçam os moradores e suas características como rotinas, gostos, interesses, etc. Esse conhecimento é necessário para que o projeto os atenda em suas necessidades funcionais e emocionais. Para isso, é importante que se tenha várias referências de imagens de ambientes e imagens de objetos em diversos estilos, para uma avaliação e eleição por parte dos moradores do que mais os agrada, como também, para tornar claro que tipo de ambiente idealizam para suas vidas. Em geral, as revistas possuem um vasto material sobre isto. Este tópico deverá gerar um documento com o perfil obtido na análise.

Avaliação das dimensões dos espaços em questão

Importantíssimo e fundamental, sem esta avaliação não há projeto, pois entre diversos prejuízos que sua falta pode causar, fica impossível estabelecer qualquer planta em escala real que permita analisar e determinar o melhor aproveitamento do espaço existente. Logo, torna-se necessário o conhecimento preciso das dimensões do espaço (Largura, profundidade e altura) e de todas as outras interferências que ele tiver. Com estas medidas estabelece-se a planta arquitetônica do espaço e posteriormente a planta de reforma (Caso haja a necessidade de alguma).

Layout

Uma planta baixa do espaço em que se estabelece o mobiliário e outros itens, preservando a boa circulação, distribuição e o equilíbrio do ambiente. O layout deve conter as necessidades de marcenaria (Móveis projetados para o maior aproveitamento do espaço) e alterações estruturais efetuadas na planta arquitetônica.

Vistas

As vistas permitem a visualização de faces internas dos ambientes mediante a retirada de partes definidas por planos de corte. Já o levantamento equivale a erguer as paredes, móveis e objetos próximos a elas a partir da planta de layout.

Plantas de iluminação e hidráulica

A planta de iluminação pode ser a planta de reforma acrescida de elementos como de pontos de luz, tomadas e interruptores na planta iluminação. Já a planta hidráulica identifica os pontos que servem água aos ambientes. Como a planta de iluminação também pode ser a de reforma contida dos elementos de hidráulica. Seja para um ou outro caso há uma série legendas para identificação dos elementos.

Planta de forro

Planta que determina as características do forro do teto ou rebaixo (Caso haja). Entre elas, material, dimensões, os furos em que haverá a instalação dos pontos de luz.

Perspectivas e/ou maquetes dos ambientes

Elas permitem uma simulação do projeto completamente acabado em diversos ângulos e em diversos ambientes diferentes. Com esta simulação é possível ter uma avaliação do aspecto visual dos ambientes para suas aprovações. Assim, diferente dos itens apresentados anteriormente, não apresentam apenas o propósito técnico.

Prancha com Memorial descritivo

Um documento que apresenta detalhes como, cor, materiais, objetos e todos os itens que comporão a decoração dos ambientes observados nas perspectivas e nas demais plantas.

Prancha com Memorial de critérios

Documento que descreve os critérios determinantes na escolha dos elementos mencionados no memorial descritivo.

Acompanhamento

Terminando é importante mencionar que o acompanhamento do projeto, não importando a forma de trabalho adotada, deve ter a participação ativa dos moradores para escolha e seleção dos materiais, objetos, móveis, e todos os elementos adotados, para que a probabilidade de insatisfação dos resultados obtidos seja praticamente inexistente.